quinta-feira, 23 de agosto de 2012

pirarara

pirarara (Phractocephalus hemiliopterus)

Classe: Actinopterygii
Ordem: Siluriformes
Família: Pimelodidae

É um bagre muito colorido, variando do cinza ao preto, mas de barriga branca e cauda avermelhada. Pode crescer até 1,5 m e pesar até 44 kg.
Ocorre nas bacias Amazônica e do Orinoco (países: Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru e Venezuela). Costuma viver associado a substratos, principalmente em rios de água branca, nas áreas de várzea. Não se sabe se a pirarara é migratória, mas imagina-se que a espécie desça os rios de águas pretas e claras para desovar na água branca. Pode percorrer distâncias médias de 100 a 1000 km e se reproduz na região do complexo Solimões-Amazonas na época da enchente.
Se alimenta frutas quando a floresta está alagada, mas também come caranguejos e peixes, principalmente na época seca.
É um peixe razoalvelment apreciado no mercado, considerado de segunda classe. O potencial de produção foi calculado em cerca de 900 toneladas e quatro regiões são responsáveis pela maior parte dessa produção: fronteira Brasil-Peru-Colômbia, Amazônia Central, Baixo Amazônia e Amazônia Peruana.
A espécie não foi avaliada pela IUCN.
A foto foi tirada no flutuante Mamirauá, na RDS Mamirauá, Amazonas.

Fontes:

Um Ecossistema Inesperado. A Amazônia Revelada pela Pesca - Ronaldo Barthem & Michael Goulding
Pesces del medio Amazonas. Regíon de Letícia - Cpnservación Internacional
www.fishbase.org

2 comentários:

  1. Oi! vc tem esse material em PDF? "Um Ecossistema Inesperado. A Amazônia Revelada pela Pesca - Ronaldo Barthem & Michael Goulding"
    Estou precisando mas não tenho muito tempo pra verificar em bibliotecas, se vc tiver e puder me enviar eu agradeço.
    meu e-mail: louriene@yahoo.com.br
    Att.,

    ResponderExcluir
  2. Oi Louriene, não tenho esse material em PDF, apenas o livro. Procure no www.scholar.google.com ou, nesse mesmo site, dê uma busca pelos autores, pois eles tem coisas muito interessantes.
    Obrigado por acessar o blog, espero que tenha gostado.

    ResponderExcluir